sábado, 4 de abril de 2009

Frida Kahlo: Quando a autobiografia é a obra

Auto-retrato com cabelo solto (1947)
Pintura na qual Frida Kahlo deixou
uma legenda autobiográfica.


Seus quadros deixam fortes traços autobiográficos ou “autobiopictóricos”. Penso que, se quisermos conhecer a vida de Frida Kahlo, podemos dispensar uma biografia da artista, pois seus quadros dizem a todo instante que foram feitos por ela, ou ainda, pela vida dela na obra. Kahlo avança e põe sua face não como auto-retrato como comumente fazem os pintores. Seu rosto ali diz: sou o que vivo, o que amo, o que odeio e o que sofro, e pinto a mim mesma. Mas estas sensações estão presentes não na expressão do rosto - que poderia estar triste ou alegre. A presença está nos elementos contidos nas obras, dentre alguns: Diego Rivera, os papagaios, os macacos, as posições políticas, os acidentes físicos e o seu rosto.


Nas pinturas de Frida Kahlo, expor o rosto é algo a mais: é toda a sua trajetória ali, enquanto na obra ela mesma se pinta. Narra sua vida, que é a vida de sua pintura. Não é uma obra que é vida do artista enquanto pinta coisas, mas sua obra é vida enquanto pinta a si mesma - para além de qualquer descrição realista de uma autobiografia ordinária. Expor o rosto como ela fez não se reduz a mostrar simples estados emocionais, mas ela mesma como um ser visível sem segredos. Não há em sua face nenhuma esfinge; simplesmente é sua realidade. Por isso responde, mais tarde, a André Breton quando este classificou a obra da pintora como surrealista: "pensavam que eu era uma surrealista, mas eu não era. Nunca pintei sonhos. Pintava a minha própria realidade". (Jefferson Bessa)

Auto-retrato com macacos e papagaios. (1942)

3 comentários:

Anderson Bessa disse...

Belo comentário! Bem afinado com a resposta dada pela pintora a André Breton. Partir da própria obra para melhor conhecê-la ao invés de encarcerá-la a todo custo em determinadas correntes: eis a grosseria "teórica" típica das "academias" tupiniquins.

Ianê Mello disse...

Parabéns pela bela postagem.

Frida Kahlo foi realmente uma pintora especialíssima.

Mulher de fibra e muita coragem que em sua pintura retratou a si mesma e a sua vida mostrando o humano na artista, sem máscaras e disfarces.

Admirável!

Um abraço.

Amóes disse...

Esta Pintora foi mesmo genial. Assisti um filme sobre ela "Frida: Natureza viva." muito bom