quarta-feira, 20 de maio de 2009

Aceitação de Francisco Moura Campos




Não sei escrever olhando o papel
Só sei escrever olhando o céu.
Por isso
A maior parte dos meus versos foram escritos fora do

......................................[meu caderno de poemas.
E não sei, hoje, onde estarão.

2 comentários:

ROGEL SAMUEL disse...

curto, simples, essencial poema esse, tudo diz como o antigo poema de Pessoa dizia: "ponho na altiva mente..."

Jefferson Bessa disse...

Sim, Amigo, esse poema de Francisco Moura é uma simples riqueza. A experiência de muitos poemas escritos fora do papel. Obrigado pela visita, Amigo!

Um forte abraço!
Jefferson.