domingo, 14 de agosto de 2011

"Melhor é desejar do céu": um poema de Píndaro




Melhor é desejar do céu
coisas que assentem a um espírito mortal,
sabendo o que se encontra a nossos pés,
e qual a sorte para que nascemos.

Ó minh'alma, não aspires
a uma existência de imortal,
mas goza plenamente
tudo o que esteja ao teu alcance.


Tradução de Péricles Eugênio da Silva Ramos

2 comentários:

MIRZE disse...

Fantástico.

Gosto dessa poesia antiga onde nada se insinua e tudo é dito com todas as palavras. Agora ou daqui ha algum tempo, duas ou três palavras bastam.

Obrigada!

Beijos

Mirze

ROGEL SAMUEL disse...

extraordinário poema, antigo e sempre