quinta-feira, 22 de dezembro de 2011

Ao Tempo: um poema de Dante Milano


Tempo, vais para trás ou para diante?

O passado carrega a minha vida

Para trás e eu de mim fiquei distante,



Ou existir é uma contínua ida

E eu me persigo nunca me alcançando?

A hora da despedida é a da partida

A um tempo aproximando e distanciando...

Sem saber de onde vens e aonde irás,

Andando andando andando andando andando



Tempo, vais para diante ou para trás?

3 comentários:

teca disse...

Quanto tempo... que tempo?

BOAS FESTAS, poeta, para você e os seus.
Um beijo carinhoso.

MIRZE disse...

QUE BELEZA!

"O passado carrega minha vida para trás e eu de mim fiquei disyante"

Querido poeta!

Além da admiração que tenho pelos seus versos, de igual maneira tenho por essas brilhantes escolhas.

Parabéns!

Obrigada

FELIZ ANO NOVO!

Beijos

Mirze

Paulo Medeiros disse...

Feliz Ano Novo!