quarta-feira, 4 de janeiro de 2012

UM POEMA DE OMAR KHAYYAM


Uma vez que se ignora o que é que nos reserva
O dia de amanhã, busca ser feliz hoje.
Vai sentar-te ao luar e bebe. Pois talvez
Não vivas mais quando amanhã voltar a lua.

Tradução Manuel Bandeira.

2 comentários:

teca disse...

Ano novo, cara nova... visual legal!!!

Gostei dos versos, porque tem o presente e sentimento... isso é vida!

Beijo carinhoso.

MIRZE disse...

EXCELENTE!

Parece que sintoniza minha alma!

Beijos

Mirze