sexta-feira, 9 de março de 2012

"Palavras que o legislador hebreu": UM SONETO DE GEIR CAMPOS:


Palavras que o legislador hebreu
lavrou no seu altíssimo serviço
- "não cobiçarás" - e ao relê-las, eu
cerro as tábuas da lei e penso nisso:


cobiçá-la...Mas eu não a cobiço,
é um sentimento diferente o meu
e não foi contra mim que escreveu isso
quem visando a cobiça o escreveu.


Fosse o preceito, em vez, "não amarás"
e eu, conhecendo-o, não teria paz
na condição que ostento de amador


impenitente; mas a lei não diz
que seja a alguém vedado ser feliz
com outrem partilhando tanto amor.


*retirado da revista "Encontros com a civilização brasileira", número 17.

Um comentário:

MIRZE disse...

Jefferson!

Que soneto maravilhoso! De uma lucidez incrível. Geir Campos. Guardarei esse nome.

Beijos

Mirze