quinta-feira, 16 de setembro de 2010

Marianne Moore: Poesia





POESIA


Também não gosto.

........Lendo-a, no entanto, com total desprezo, a

........................[ gente acaba descobrindo

nela, afinal de contas, um lugar para o genuíno.



Tradução de José Antonio Arantes

2 comentários:

Jonathan disse...

Que poema doce, apesar de tudo!

teca disse...

Ah... sutilmente doce...

Beijos.