domingo, 31 de outubro de 2010

Jorge Luis Borges

Suspeitei muitas vezes que o sentido é, na verdade, algo acrescentado ao verso. Tenho plena convicção de que sentimos a beleza de um verso antes mesmo de começarmos a pensar num sentido (...). O que quero dizer é que não precisamos nos comprometer com um sentido.

Retirado de Pensamento e Poesia. p.89

Um comentário:

teca disse...

Sente-se e pronto! Sem explicações.

Boa semana.

Beijos.