sexta-feira, 22 de outubro de 2010

Walt Whitman: "Vós, tardias e esparsas folhas de mim"


Vós, tardias e esparsas folhas de mim em ramos do inverno que [se aproxima,
E eu uma bem aparada árvore do campo ou de uma fileira de [pomar;
Vós, lembranças diminutas e abandonadas - (não a brotação de [maio, ou o florescimento do trevo de julho - não o grão de [agosto agora);
Vós, pálidas ripas de bandeira - vós, estandardes sem valor - vós [que ficais além do tempo,
Contudo, minhas folhas queridas do coração, todo o resto [confirmando,
As mais fiéis - as mais firmes - permanecem.
tradução: Luciano Alves Meira

Um comentário:

teca disse...

Gostei de vira aqui antes de dormir...

Obrigada.

Beijos com carinho.